Marcado: Brasa Comunicação

Coletivo Komb’s apresenta: Projeto Sound.Art

Coletivo Komb's apresenta: Projeto Sound.Art

Coletivo Komb’s apresenta: Projeto Sound.Art – A arte colorindo a vida, neste sábado (16) em Campo Grande

 

Expositores, música, grafitagem, desfile de moda, arte todos reunidos no mesmo evento

Produtoras Farid Fahed e Anne Machinsky abrem as portas da produtora Komb’s para fomentar a arte sul-mato-grossense

 

Do encontro entre produtores culturais e artistas de diversas áreas como fotógrafos, músicos, designers, artesãos, produtores de moda, DJ’s, e da vontade de criar novos espaços culturais colaborativos na cidade, nasceu o Komb’s, um coletivo articulado pela fotógrafa Farid Fahed e pela designer Anne Machinsky.

Aproveitando a força das mobilizações coletivas que vem sendo realizada intensamente no mundo todo por diferentes motivações, o Komb’s se propõe a ser um espaço de colaboração e ajuda mútua entre criadores e produtores de arte, moda e cultura, ampliando as opções de lazer  na cidade.

A programação será composta por discotecagem especialíssima dos DJ’s Celso Petit e F-Trip (Fabio Castro), ambos de São Paulo morando em Campo Grande; bazar de moda com desfile das marcas Zara Flor, Touché Camisetas, entre outros (Vide abaixo na programação).

O evento acontecerá no sábado (16) a partir das 16 horas, na sede da Komb’s Produções que fica na Rua Luísa Ovando, nº 915 – Bairro Coronel Antonino – Próximo ao Comper Ypê. O investimento para o público será de R$ 5.

 

Contato para imprensa:

Farid Fahed – (67) 8104-7494

Anne Machinsky – (67) 8401-2600

 

 

 

 

 

Programação:

16h – Início

Abertura do Bazar

Início da grafitagem

Música Celso Petit

16h30 – Música: Wesley IP

17h10 – Intervenção Jorge Barros

17h30 – Lucas Brandão

18h – Desfile: Zara Flor, Touché, Espaço Alice e adereços dos demais expositores;

19h – Apresentação Pirofagia – Marcela/ Som: Curumim

19h30 – Música: Lilian Maira

21h – Fabio Castro (Modesto Seletor)

 

Anúncios

CELSO PETIT LANÇA CLIPE EM APOIO AOS INDIOS GUARANI-KAIOWA

Sou Cipó é música de protesto em apoio aos indios do nosso país!
Massacrados e assassinados estão sendo dizimados de suas terras!
As imagens captada pela fotógrafa Farid Fahed, relata o encontro realizado em Campo Grande/MS a favor dos Guarani-Kaiowa.

TODOS SOMOS UM

Imaginário Maracangalha apresenta “Cortejo de Carnaval Evoé Baco” nesta quinta

Imagem

Teatro Imaginário Maracangalha apresenta:

“Cortejo de Carnaval Evoé Baco”

 No carnaval brasileiro temos no Rei Momo a representação de Baco e Dionísio (Grécia e Roma), neste o Rei Momo é coroado e festa acontece por cinco dias. Em Campo Grande não será diferente, este ano, a grande marca do carnaval local é que os blocos fazem a diferença…

Aqui também tem carnaval popular de rua Evoé Baco.

Na próxima quinta-feira (7),  a trupe do Teatro Imaginário Maracangalha  realiza um cortejo em homenagem a Baco, que é o Deus do Teatro e do Carnaval. Os trabalhos começam a partir das 17h e a concentração inicial acontece na Casa Vai ou Racha, na praça (entre a Igreja São Francisco e o Comper da 13).

Segundo o diretor do TIM, Fernando Cruz, o cortejo a festa popular surge para saudar Baco e também, abrir os caminhos do teatro para 2013. “Vamos nos reunir fantasiados e incentivamos todos que queiram participar com a gente, para vestirem suas fantasias e prestar essa homenagem a quem sempre nos protege, que é o Baco”, indaga Cruz.

Independente da época, o Maracangalha consagra e investe na linguagem do teatro de rua. Ainda de acordo com o diretor, os cortejos para Dionísio e Baco são realizados milenarmente e é do cortejo carnavalisado que nasce o teatro na Grécia antiga. “Desta forma mantemos a ancestralidade do teatro e do carnaval, que são festividades urbanas, feita a céu aberto, na rua e popular viva ; essas festividades populares, onde o povo se misturava independente de condição social e mesclando música, dança e diversão, dava uma certa catarse liberando as energias e entrando em estado de alegria e êxtase”, explica Cruz.

Logo após o cortejo o público poderá conferir as apresentações culturais com muita música, diversão para abrir o Carnaval 2013. “Temos uma charanga que toca e canta muitas marchinhas e que investe em composição de músicas para cortejos, garantindo toda animação e perpetuação do Carnaval de bloco de rua, que é espontâneo, livre e popular”, afirma o diretor  da trupe que representa o teatro de rua de Campo Grande.

Das apresentações culturais estão na programação o grupo Sampri, Chicão Castro, Begét de Lucena, Baldinir Bezerra da Silva e Carlinhos, Wherter Fioravanti e Gustavo Egami, Pepa Quadrini além da participação das Escolas Carnavalescas e Blocos de Rua como “Cordão da Valu”, “Bloco Sujo Rockers”, “Bloco Tereré”, “Quero Quero” e “Vai ou Racha”.

Contato para imprensa:

Grupo Imaginário Maracangalha: (67) 3356-7682

 

Brasa Comunicação

Assessoria de Imprensa

Carol Alencar

(67) 9947-6361

(67) 3211-4914

www.brasacomunicacao.com.br

Samanah Banda…. Bem Vindos Amigos!

O nome Samanah, que em hindu significa “Encontro dos Sábios”, surgiu pelo intuito de de aproximar banda e público através das idéias transmitidas através da música.

Hoje, a banda é formada por quatro integrantes: Thales Mendes (vocal e guitarra base), Arthur Romio (guitarra solo), Josluí Bulhões (contrabaixo) e Vinícius Pereira (bateria).
O quarteto já foi vitorioso em dois prêmios de destaque no cená
rio musical do interior paulista em 2011, antes mesmo de completar um ano de existência. Em maio do mesmo ano a Samanah concorreu com outras 20 bandas no Festival Cultural 20 anos da Rádio Unesp e ficou em segundo lugar com a música “Fruto do Tempo”.

Poucos meses depois a Samanah venceu o XIX Festival InterUnesp de MPB de Ilha Solteira, novamente com a música “Fruto do Tempo”, disputando com mais de 50 músicas inscritas. Em Abril de 2012 foi lançado o primeiro EP da banda, que resultou no esgotamento da primeira tiragem. Com quatro músicas inéditas e autorais, o trabalho traz as canções de maior destaque entre o público que curte o som da Samanah: “Pra Cre Ser”, “Olho vivo”, “Mariana Berenice” e “Fruto do Tempo”.
E é com um repertório diferenciado, letras próprias e covers de suas principais influências do universo musical que a Samanah continua trabalhando para levar seu som a todo lugar, e contagiar cada vez mais o público que gosta de som vibrante e positivo.

Curta a FanPage da Banda – clique aqui